Cabo Verde Ilha do Sal

19 Set, 2011

Juntamente com a Ilha da Boavista , a Ilha do Sal é um dos destinos mais procurados pelos portugueses para passar umas férias inesquecíveis. É um lugar exótico, com uma gastronomia variada e com muitas actividades para se divertir. As suas belas praias, e clima agradável encantam os visitantes, assim como as pessoas simpáticas e acolhedoras que aqui vivem.
 


 
ilha do sal cabo verde
 

Como ir para a Ilha do Sal:

 
Para ir para a Ilha do Sal, o ideal é optar por um pacote de férias que inclua avião e estadia. São muitas as agências de viagens com promoções especiais para este local e com preços bastante apelativos. Muitas delas permitem escolher o hotel onde pretende ficar e dão uma liberdade total no que diz respeito a programas.
 
Pesquise nos vários sites de viagens existentes e veja qual está a fazer a melhor promoção. Mas verifique sempre o que está incluído na viagem, uma vez que algumas agências podem ter melhores preços, mas não ter taxas fundamentais incluídas, como taxas de aeroporto, combustível e segurança, acabando por sair mais dispendioso do que o previsto. Para obter melhores preços opte pela época baixa, ou pelas viagens last minute. O melhor mês é sem dúvida o mês de Setembro.
 

O que visitar e fazer na Ilha do Sal:

 
A ilha do Sal tem uma grande extensão de praias de areia branca, que proporcionam ao visitante bons momentos à beira-mar.
 
Aqui pode praticar:

  1. kite-surf
  2. snorkeling
  3. surf
  4. windsurf
  5. pesca, entre outros desportos náuticos. Faça passeios de barco ao longo da costa e descubra a fauna endémica da ilha.

 
Não pode deixar de visitar as salinas da Pedra do Mar, situadas na costa leste da ilha, numa cratera vulcânica, cujas paredes porosas deixam entrar a água do mar. Esta salina é dos inícios do Séc. XIX e as suas infra-estruturas foram mandadas construir pelo empresário português Manuel António Martins. Próximas destas salinas encontram-se também as salinas de Santa Maria que merecem uma visita.
 
Outro ponto de interesse é sem dúvida a Buracona, como é chamada, uma piscina natural numa caverna também de origem vulcânica, onde é possível mergulhar e atravessar um túnel com 35 metros de profundidade. Pode andar de jipe ou buggy pelas praias, umas das mais românticas é a da Fontona. A baía do Algodoeiro é um dos locais mais bonitos da ilha, óptimos para dar uns bons mergulhos.
 
As viagens para Cabo Verde são mais baratas a seguir ao Verão, se visitar a ilha no mês de Setembro, não pode perder o fabuloso festival de Santa Maria, a 15 de Setembro. Este festival tem inúmeras festividades relacionadas com a padroeira da ilha, a Nossa Senhora das Dores, assim como espectáculos musicais, eventos desportivos e muita diversão. Visite as várias lojas de artesanato existentes e descubra a cultura deste magnífico país. Faça passeios nocturnos pela beira-mar ou vá até um dos muitos bares existentes, descobrir a música e dança que aqui se que ouve e se faz.
 
Delicie-se com a bela gastronomia baseada em marisco e peixe, como lagosta, lapas, percebes ou búzios e em pratos confeccionados à base de milho, como a famosa cachupa ou os pastéis de milho. Normalmente os pratos de carne vêm acompanhados de feijão, mandioca e batata-doce. O xerém e o cuscuz também são muito apreciados, assim como os belos licores e o grogue local. Venha experimentá-los!
 

Conselhos úteis para quem viaja para a ilha do Sal:

 
Ao visitar a Ilha do Sal, tenha em consideração que e necessário levar o seu passaporte com uma validade mínima de 6 meses e que é necessário obter um visto turístico. Este pode ser feito na embaixada Cabo Verdiana em Lisboa, pela agência de viagens ou quando chegar ao aeroporto na ilha.Ainda não existem voos low cost para Cabo Verde, mas existem pacotes de férias a preços muito competitivos.
 
Tem o custo de 25 euros sensivelmente, em alguns pacotes de viagens já está incluído. Cabo Verde tem um clima seco e quente, por isso leve essencialmente roupa leve e fresca e calçado confortável. Os alimentos devem ser consumidos bem cozinhados, o leite ervido e a fruta deve ser comida sem casca. Beba muita água, para evitar desidratação, devido à mudança brusca de clima e tenha especial atenção caso viaje com crianças.
 
 

 
 
A diferença horária é apenas de uma hora a menos em relação a Portugal e a moeda o Escudo Cabo Verdiano. As flutuações deste variam de acordo com o Euro pelo que a conversão será sempre a mesma. Um euro equivale a 110 escudos cabo verdianos. Tem-se por hábito deixar gorjeta nos restaurantes e em alguns estabelecimentos comerciais. O valor varia consoante a qualidade do atendimento.
 
Agora que já sabe tudo o que precisa saber sobre a Ilha do Sal, venha descobri-la! Reserve já a sua viagem!

 

 
  
Viagens relacionadas
Opiniões sobre este artigo

Deixe a sua opinião




Tema WordPress exclusivo por Sybo (C) 2015 - viagens low cost – Reservar viagens baratas